Existe Amor Verdadeiro?

0
194
Existe Amor Verdadeiro

Alma gêmea, príncipe encantado, amor verdadeiro. Isso existe? Depois de muitos relacionamentos desfeitos, muitas pessoas se deixam levar pelo pessimismo de que o amor verdadeiro é coisa de contos de fadas. Será mesmo?

O que é o amor verdadeiro?

Uma vez a humorista brasileira Dani Calabresa soltou a frase “Amor não é aquela coisa colorida onde tudo se encaixa, o nome disso é lego”. Dani está certa. No amor verdadeiro, muita coisa se encaixa, outras não. O amor verdadeiro requer um trabalho contínuo de polimento e aperfeiçoamento para que as partes que não se encaixem não incomodem tanto.

Sim, o amor verdadeiro existe, mas ele não é aquele que vemos nos contos de fadas, onde a princesa e o príncipe se apaixonam e vivem felizes para sempre sem ter de fazer o menor esforço para manter o sentimento vivo. Apaixonar-se por alguém e fazer com que alguém se apaixone por nós pode até não ser a tarefa das mais difíceis. A questão é manter este sentimento vivo e esse é o X da questão.

O amor verdadeiro e a ciência

Se você ainda tem dúvidas, a ciência está aqui para eliminá-las. Um estudo feito com casais que estavam juntos há 20 anos e casais que estavam juntos há menos de um ano pode ser a prova que você precisa para acreditar novamente no amor verdadeiro. Os cérebros desses casais foram monitorados quando eles eram apresentados de seus parceiros e os resultados foram surpreendentes. Um entre dez dos casais maduros exibiram as mesmas reações químicas que os casais que estavam juntos há pouco tempo. Os cientistas chamaram estas pessoas de “cisnes”, pois o animal tem apenas um parceiro durante toda sua vida. Pode parecer pouco, mas é a prova cabal de que o amor verdadeiro existe.

Cultivando o amor

Como qualquer tipo de chama, o amor também precisa ser alimentado. E qual o alimento do amor? Errou quem disse que “romantismo” é a chave de tudo. Sim, ele faz parte, mas sozinha não consegue dar conta.

Para cultivar um amor, é preciso demonstrar constante respeito e atenção pelo outro. Encorajá-lo a seguir seus sonhos, não ter medo de criticá-lo se necessário. Já percebeu que os casais felizes sempre têm as mesmas características? Se respeitam, têm atenção um com o outro e se admiram.

Um casal que pode ser exemplo disso é Kate Middleton e o príncipe William. William encorajava Kate em seus projetos de trabalho e ela foi peça chave para que o príncipe continuasse seus estudos e não se acomodasse na sua posição de herdeiro do trono. Este é apenas um exemplo.

Por outro lado, podemos citar o casamento da atriz Sthefany Brito com o jogador Pato como o oposto. Ao casarem-se, Pato quis que Sthefany largasse sua carreira e todo o resto para acompanhá-lo na Europa. Sthefany abriu mão de seus sonhos. Ela, por sua vez, torrava o dinheiro do marido em compras. Assim como ela não demonstrou muito respeito ao gastar excessivamente, Pato também não agiu como um cavalheiro e continuou saindo sozinho para as baladas como se ainda estivesse solteiro. Cadê o respeito e admiração mútuos?

Uma boa dose de autocrítica também é muito bem vinda em relacionamentos. A autocrítica envolve saber ouvir críticas, refletir sobre elas e agir no sentido de diminuir e prevenir o que quer que esteja atrapalhando o relacionamento. Saber criticartambém é necessário: criticar é diferente de julgar e de humilhar. Na hora de criticar, a ideia é manter-se o mais imparcial possível.

O casal precisa investir na comunicação. Nada de ir dormir com raiva um do outro, de remoer mágoas e dizer que está tudo bem. Joguinhos com indiretas, provocação de ciúmes, tudo isso só atrapalha o relacionamento. É preciso que ambos se sintam seguros para falar de seus anseios, desejos, esperanças, sonhos, enfim, tudo o que for necessário para que a comunicação aconteça e seja constantemente estimulada.

Por fim, o amor verdadeiro só é assim quando as pessoas não desistem fácil diante das dificuldades. O carinho, o respeito, a admiração, a necessidade de estar com o outro, de fazer o outro feliz, são as molas que impulsionam o seu sentimento adiante.

banner-pub_erotica-sexshop-quentes-e-carentes